Relógio

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Explicativo dos 7 Toques de Mestre Bimba

Explicativo dos 7 toques de Mestre Bimba

Os sete toques da capoeira regional:

IÚNA: Este toque foi baseado no canto do pássaro Iúna. É um jogo mais dentro e contínuo, executando movimentos de "floreio", e apenas os mestres e formados podem participar nesse jogo. Durante a sua execução utilizam apenas os instrumentos, e não se canta.

AMAZONAS: É o toque festivo, usado para saudar mestres visitantes de outros lugares e seus respectivos alunos. É usado em batizados e encontros.

CAVALARIA: É o toque de aviso ou de alerta. Sua origem remonta ao tempo da proibição da capoeira, quando era empregado para denunciar a presença da polícia montada, do chamado esquadrão da cavalaria. Um capoeirista postava-se num lugar estratégico e, ao divisar a polícia, imitava o tropel dos cavalos no berimbau e a roda transformava-se em "inocente brincadeira".


SANTA MARIA: É utilizado geralmente apenas em apresentações e relaciona-se ao jogo de navalha, faca ou facão.

BANGUELA: É um jogo lento, solto, floreado e bastante disputado, que foi introduzido para poder jogar com os angoleiros.

IDALINA: Neste toque não há um tipo característico de jogo claramente definido, sendo que, às vezes prevalece na "performance" dos jogadores uma certa teatralidade que remete à conquista amorosa.

SÃO BENTO GRANDE DE BIMBA: Neste jogo requer um jogo pelo alto, solto e rápido com golpes explosivos e traumáticos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário